0800 643 7444 - (51) 3231-7444 | fapers@fapers.org.br

Dúvidas Frequentes

Não sou participante da Fundação, qual Plano posso aderir?

As novas adesões são permitidas no Plano de Benefícios Prever.

Haverá alguma alteração para os participantes que optarem por permanecer no Plano Misto?

Não. Os critérios para apuração dos benefícios e dos resultados atuariais permanecerão os mesmos;

O Plano Prever possui vitaliciedade para os benefícios programados?

Não. Este plano é estruturado no regime de contribuição definida, onde o participante determina o quanto irá contribuir e o tempo de recebimento da renda programada, limitado ao seu saldo de conta acumulado.

Se eu ficar inválido qual será o meu benefício no Plano Prever?

Será concedido ao participante no prazo determinado de no mínimo de 5 anos e no máximo de 35 anos uma renda mensal, limitada ao seu saldo de conta acumulado.

Se o participante do Plano Prever morrer como fica o pagamento do saldo de conta?

No caso de participante ativo será concedido aos seus beneficiários legais o benefício de pensão por morte no prazo determinado de no mínimo de 5 anos e no máximo de 35 anos. No caso de falecimento de assistidos, os beneficiários legais receberão o saldo de conta remanescente pelo prazo restante do benefício de aposentadoria já concedido.

Se o participante do Plano Prever morrer e não tenha beneficiário legal como fica o pagamento do saldo de conta?

O saldo de conta será pago aos herdeiros legais, conforme definidos na Lei Civil.

O Plano Prever está sujeito a déficit atuariais?

Este plano não apura resultados deficitários.

O que significa Regime de Tributação?

Na Previdência Complementar significa optar por duas formas de tributação do Imposto de Renda: Tabela Regressiva ou Progressiva. Clique aqui e acesse Cartilha explicativa sobre o assunto.

As contribuições efetuadas aos planos de benefícios da fundação são dedutíveis do Imposto de Renda na Fonte?

Sim. Todas as contribuições efetuadas à Fundação poderão ser utilizadas na Declaração de Ajuste Anual, limitada a 12% do rendimento bruto tributável anual.

Como é calculado o custeio administrativo do Plano Prever?

O percentual para cobertura do custeio administrativo é calculado anualmente, pelo Atuário Independente, tendo como base as seguintes fontes de cobertura: Contribuição do Patrocinador de 30%; Contribuição do Participante de 30% e do Resultado dos Investimentos de 40%.