0800 643 7444 - (51) 3231-7444 | fapers@fapers.org.br

Fapers comemora bons resultados em 2018

28 de fevereiro de 2019

 

O equilíbrio técnico das contas da Fundação tem melhorado ano a ano. O indicador que mede este equilíbrio é obtido através da diferença entre o Patrimônio de Cobertura do Plano e as Provisões Matemáticas. O que é o patrimônio de cobertura do plano?  São todos os investimentos da FAPERS. As Provisões Matemáticas referem-se à necessidade de recursos para pagamento de todos os benefícios concedidos e a conceder, calculadas atuarialmente, com base na expectativa de vida de cada participante, trazidas a valor presente. Quando a diferença é positiva, temos o que chamamos de superávit. Quando a diferença é negativa, considera-se que temos um déficit.

Na sequência apresentamos quatro gráficos, separados por plano de benefícios, os quais demonstram a evolução deste indicador nos últimos 3 anos.

O Plano de Benefício I -PBD-I apresentou  superávit  nos 3 anos sendo que, em dezembro de 2018, o valor foi de R$ 1.604.121,88.

 

 

Conforme mostra o gráfico, o Plano Misto também foi superavitário nos três anos e, em dezembro de 2018, apresentava um valor de R$ 2.353.947,46.

 

O Plano Geral Saldado, deficitário desde 2011, em 2018 alcançou um superávit de R$ 163.676,07.

 

No caso do Plano Prever este indicador não é aplicável, pois as Provisões Matemáticas serão sempre iguais ao Patrimônio de Cobertura do Plano e, assim, não ocorre déficit, por se tratar de um plano puramente financeiro tanto no momento de acumulação de capital quanto no momento de recebimento do benefício.

 

Fonte: Fapers